Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Nobel da semana - Economia (5)

 O Prémio Nobel da Economia foi atribuído a três economistas norte-americanos, anunciou hoje a Real Academia de Ciências da Suécia.

Leonid Hurwicz, Eric Maskin e Roger Myerson foram galardoados por terem "criado as bases da teoria do desenho de mecanismos".

Esta teoria permite distinguir as situações em que os mercados funcionam bem, daquelas em que isso não acontece.

"[A teoria do desenho de mecanismos] permite aos economistas identificarem mecanismos eficientes de troca, quadros regulatórios e procedimentos de voto", refere a Academia.

Fonte: www.lusa.pt

No ar...: Pete Yorn
publicado por Desenr@sc@do às 13:24

link do post | Deixe o seu bitaite... | favorito
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

Nobel da semana - Paz (5)

Al Gore e Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas levam o Prêmio Nobel da Paz

O ex-vice-presidente americano Al Gore vai dividir o Prêmio Nobel da Paz 2007 com o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). O resultado foi anunciado há poucos minutos pela comissão.

Para esta edição, houve um número recorde de 181 concorrentes. Gore foi indicado ao prêmio por dois deputados do Parlamento norueguês, a socialista Heidi Sorensen e o liberal Borge Brende, por seus esforços para colocar os problemas ambientais na agenda política internacional.

O ex-vice-presidente lançou o documentário "Uma Verdade Inconveniente", no qual alerta para as graves conseqüências do aquecimento global para o planeta.

 

Fonte: www.oglobo.globo.com/

No ar...: Luciano Pavarotti
publicado por Desenr@sc@do às 10:25

link do post | Deixe o seu bitaite... | favorito
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

Nobel da semana - Literatura (4)

Doris Lessing, completa 88 anos no dia 22 de Outubro
 O Prémio Nobel da Literatura 2007 foi atribuído à escritora britânica Doris Lessing, 87 anos, anunciou esta quinta-feira a Academia Sueca.

O Comité decidiu contemplar “a contadora épica da experiência feminina, que com cepticismo, ardor e uma força visionária perscruta uma civlilização dividida”.

Lessing começou por dedicar-se aos temas do comunismo, como “A boa terrorista” ou ainda “Filhos da violência”, para depois dedicar a sua obra à ficção científica, ou espacial, como “Formação Representante do Planeta 8”.

Algumas das suas obras estão à venda em Portugal.

Fonte: www.correiodamanha.pt

Doris Lessing, completa 88 anos no dia 22 de Outubro


No ar...: World Music
publicado por Desenr@sc@do às 13:26

link do post | Deixe o seu bitaite... | favorito
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Nobel da semana - Química (3)

Ciência de catalisadores e células de combustível leva o Nobel

O alemão Gerhard Ertl é reconhecido por seu trabalho na metodologia da química em superfícies sólidas.

SÃO PAULO - O comitê responsável pelo Prêmio Nobel de Química anuncia que o ganhador deste ano é o alemão Gerhard Ertl, por seu trabalho pioneiro na química de superfícies sólidas - que explica como o ferro enferruja e como funcionam os catalisadores de carros e as células de combustível movidas a hidrogênio.

Ertl, que completou 71 anos nesta quarta-feira, disse aos jornalistas em uma teleconferência ao vivo que "este é o melhor presente de aniversário que se pode dar a alguém. Fiquei realmente sem fala". O prêmio é de 10 milhões de coroas suecas, ou US$ 1,5 milhão.

 

 Especial Prêmio Nobel

 

Em seu anúncio, o comitê lembra que "reações químicas em superfícies catalisadoras desempenham um papel vital em várias operações industriais, como a produção de fertilizantes. Química de superfícies pode, até explicar a destruição da camada de ozônio, já que etapas vitais ocorrem, de fato, na superfície de cristais de gelo na estratosfera".

 Gerhard Ertl, que ganhou o Nobel no dia do aniversário

Reprodução/Reuters

Gerhard Ertl, que ganhou o Nobel no dia do aniversário

 O texto acrescenta que "a indústria de   semicondutores (chips de computador) é outra área que depende de conhecimentos de química de superfície".

 

 O comitê Nobel reconhece Gerhard Ertl como um dos primeiros pesquisadores a enxergar o potencial da área, ainda nos anos 70.

"Ele criou a metodologia para a química de superfície, demonstrando como diferentes procedimentos experimentais podem ser usados" nesse campo.

 

"Sua metodologia é usada tanto no meio acadêmico quanto no desenvolvimento industrial", afirma o comitê. Ertl também "estudou a oxidação de monóxido de carbono em platina, a reação que ocorre nos catalisadores da descarga dos carros".

 

Química de superfície

 

Quando uma molécula de gás atinge uma superfície sólida, ela pode simplesmente quicar e ir embora ou se fixar ali - nesse último caso a interação com os átomos da superfície pode ser tão forte que a molécula se dissocia em grupos de átomos. Ela pode reagir diretamente com a superfície, alterando-a. Ou pode encontrar outra molécula, também presa na superfície, e reagir com ela.

 

Há várias situações práticas em que esses cenários são muito importantes. A agricultura mundial vem sendo abastecida com fertilizantes artificiais ricos em nitrogênio desde 1913 graças ao processo Haber-Bosch, no qual o nitrogênio do ar é convertido em amônia com o uso de um catalisador de ferro.

 

Camadas de semicondutores, usadas  na fabricação de microchips, são produzidas pela deposição de vapor químico sobre superfícies sólidas. E grandes recursos são investidos, atualmente, no desenvolvimento de células de combustível que permitam o uso de hidrogênio como combustível em automóveis.

Fonte: http://www.estadao.com.br

No ar...: Radiohead
publicado por Desenr@sc@do às 12:19

link do post | Deixe o seu bitaite... | favorito
Terça-feira, 9 de Outubro de 2007

Nobel da semana - Física (2)

O Prémio Nobel de Física foi concedido neste ano para o francês Albert Fert e o alemão Peter Grünberg , cujas pesquisas revolucionaram o mundo da informática ao encontrar a chave que permitiu aumentar a capacidade de armazenamento dos HDs (discos rígidos) e, assim, minimizar o tamanho desse hardware.

A Real Academia de Ciências Sueca decidiu premiar os trabalhos dos cientistas europeus por sua descoberta da magnetorresistência gigante GMR , em inglês), a tecnologia utilizada na leitura dos dados dos HDs .

Em 1988, os dois especialistas descobriram separadamente um efeito fisicamente totalmente desconhecido até então, a GMR .

Em um sistema como a GMR , é possível obter uma redução de até 100% na resistência às correntes eléctricas . Esse mecanismo se transforma no instrumento idóneo quando se trata de transformar em corrente eléctrica a informação registada de forma magnética.

Perfis

O físico Fert nasceu em 1938 em Carcassone , na França, e actualmente trabalha como director da unidade mista de física no Centro Nacional de Pesquisa Científica CNRS Thales , em Orsay .

O alemão Grünberg nasceu em 1939, em Pilsen , na actual República Tcheca , e actualmente é professor no Instituto de Pesquisa de Corpos Sólidos do centro de pesquisas de Jülich , no oeste da Alemanha.

No ano passado, a Academia premiou as pesquisas de dois astrofísicos americanos em torno do nascimento das galáxias.

O Nobel de Física oferece 10 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 2,7 milhões) a seus vencedores.

Fonte: www1.folha.uol.com.br

No ar...: Clássica
publicado por Desenr@sc@do às 13:42

link do post | Deixe o seu bitaite... | favorito
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Nobel da semana - Medicina (1)

Nobel da Medicina distingue estudos na área da genética


O prémio Nobel da Medicina foi hoje entregue aos norte-americanos Mario Capecchi e Oliver Smithies e ao britânico Martin Evans, pelos estudos desenvolvidos na área da genética.

Os estudos destes investigadores centraram-se nas modificações genéticas em células embrionárias de ratos e na modificação do ADN de mamíferos. Os conhecimentos estão neste momento a ser aplicados em diferentes áreas da biomedicina, desde inovadoras pesquisas a novas terapias. Este tipo de estudos, que permite inactivar um determinado gene, torna possível perceber a influência do mesmo no desenvolvimento do embrião, na psicologia do adulto, no seu comportamento ou nas suas doenças. Com a investigação genética, até agora, conseguiram-se produzir mais de 500 modelos de doenças humanas, como é o caso de patologias cardiovasculares, neuro-degenerativas, diabetes ou cancro.
Os três laureados trabalham em vários laboratórios nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha.


Mario Capecchi nasceu em Verona (Itália), em 1937. Licenciou-se em química e física pelo Antioch College, em 1961, e doutorou-se em biofísica, em 1967, na Universidade de Harvard. É conhecido pelo seu trabalho pioneiro sobre genes embrionários em ratos. Esta tecnologia permitiu que os cientistas pudessem criar ratos com mutações em qualquer gene e, assim, manipular diversas sequências do ADN destes animais. Os conhecimentos obtidos com a investigação possibilitaram avanços em diversas doenças genéticas de mamíferos, especialmente no campo neurológico.


Oliver Smithies nasceu na Grã-Bretanha, em 1925, e, mais tarde, naturalizou-se nos Estados Unidos. Doutorado em bioquímica pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, em 1951, é actualmente professor de patologia e medicina laboratorial na Universidade de North Carolina, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.


Martin Evans nasceu, também, na Grã-Bretanha, em 1941. Em 1969 doutorou-se em anatomia e embriologia na Universidade de College, em Londres, no Reino Unido. Hoje lecciona genética de ratos e é director da Escola de Biociências, na Universidade de Cardiff, no Reino Unido.

 

Fonte: www.publico.pt


No ar...: Jazz
publicado por Desenr@sc@do às 12:38

link do post | Deixe o seu bitaite... | favorito

.Quem sou eu?

.Posts fresquinhos

. Nobel da semana - Economi...

. Nobel da semana - Paz (5)

. Nobel da semana - Literat...

. Nobel da semana - Química...

. Nobel da semana - Física ...

. Nobel da semana - Medicin...

.Arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.Links

RSS
blogs SAPO
RSS